Resenha – O Silêncio das montanhas – Khaled Housseini

Olá meus queridos leitores, tudo bem com vocês? Hoje eu trago a resenha de um livro que tem uma história triste, porém com muitos ensinamentos para nossa vida. Esse livro é do mesmo autor de O Caçador de Pipas. Espero que apreciem!

o-silencio-das-montanhas

 

ISBN: 978-85-250-5408-1 | Editora: Globo Livros | Páginas: 350 | Ano: 2013
Skoob
Onde comprar: Saraiva 

O Silêncio das Montanhas narra a triste história de Abdullah e Pari, dois irmãos que foram separados um do outro ainda na infância. Eles viviam com o pai Saboor e a madrasta Parwana na aldeia fictícia de Shadbagh, no Afeganistão.

O livro inicia-se com a fábula de um dev que raptava crianças e as levava embora em um saco. De certa forma, trata-se de uma metáfora do que em breve aconteceria aos protagonistas.

O dev poria então a criança dentro de um saco, jogaria em cima do ombro e voltaria para o lugar de onde viera. Nunca mais ninguém veria a pobre coitada. Se alguma família se recusasse, o dev levaria todas as crianças da casa. (p. 14)

Na aldeia, o trabalho era escasso, logo Saboor vai para a capital trabalhar na casa dos patrões de tio Nabi, os Wahdati.

Nila Wahdati e seu marido recebem Saboor e as crianças em sua casa. No entanto, algo naquela distinta mulher não agrada Abdullah. Posteriormente, ele descobre que Pari sua adorada irmã que ele cuidou desde o nascimento, fora vendida a esse casal.

resenha-o-silencio-das-montanhas

Paralelamente a esta, vamos conhecer também a história de Parwana e sua irmã Masooma, e tantos outros personagens como Tio Nabi, Idris, Timur, Collette, Adel, Thalia, dentre outros que irão surgindo ao longo da narrativa.

As trezentas e cinquenta páginas do livro são divididas em nove capítulos, cada um relata a história de um personagem que de alguma maneira relaciona-se com os protagonistas.

A narrativa transcorre por acontecimentos históricos do Afeganistão, especialmente as guerras ocorridas naquele país.

Posso resumir numa palavra: guerra. Ou melhor, guerras. Não uma, nem duas, mas muitas guerras, tanto grandes como pequenas, justas e injustas, guerras entre diversas castas de supostos heróis e vilões, e cada herói nos fazendo sentir mais saudade do antigo vilão. (p. 110)

O silêncio das montanhas não é um livro de leitura fácil, os capítulos são alternados entre passado e presente, assim, o leitor necessita se esforçar para não se perder e compreender os acontecimentos. É uma escrita diferente, a história é contada através de diversas formas: como uma carta, uma entrevista ou relatos de lembranças. A narração ora é em primeira pessoa, ora em terceira.

O livro fala sobre a separação de pessoas que se amam, sobre a família, de como as escolhas que fazemos podem interferir no futuro de várias outras. Ao longo de quase sessenta anos iremos acompanhar a trajetória de vida de Pari conhecer a família que ela constituiu, mas também conhecer o vazio que ela sentia sem compreender que o real motivo era distância do irmão Abdullah.

Será que algum dia ela conseguiu preencher esse vazio? Será que os dois irmãos conseguiram se reencontrar?

Leiam! Pois tenho certeza que vocês irão se emocionar com essa história.

Siga o blog nas redes sociais!

Facebook  ❤  Twitter ❤ Google+ ❤ Instagram ❤ Pinterest

Anúncios

5 respostas em “Resenha – O Silêncio das montanhas – Khaled Housseini

  1. Pingback: Resenha: O Caçador de Pipas | Atraídos pela leitura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s