Hoje eu trouxe pra vocês a resenha de um livro maravilhoso do autor gaúcho Érico Veríssimo:

resenha-incidente-em-antares

ISBN: 85-250-0590-8 | Editora: Globo | Ano: 1994 | Páginas:485
Skoob 

Adquira o seu na Amazon

Sinopse: Tudo começou na pré-história, mais exatamente no Pleistoceno. Nessa época, gliptodontes e megatérios habitavam as terras do município de Antares, que, um milhão de anos depois, serve de cenário para o dramático “incidente” de sexta-feira, 13 de dezembro de 1963.
Irônico, destemido, franco, Incidente em Antares é, antes de tudo, um desabafo. Nele Érico Veríssimo lança um olhar objetivo sobre os problemas políticos, econômicos e sociais, exprimindo sua absoluta descrença nos “heróis” oficiais, aqui despojados do inútil brilho das comendas e reduzidos ao seu verdadeiro tamanho.

Incidente em Antares é uma obra do autor Érico Veríssimo que aborda aspectos políticos, econômicos e sociais do Brasil. A narrativa é dividida em duas partes, nas quais, ocorre a junção de fatos reais e irreais. Antares, cidade fictícia, situada à margem esquerda do Rio Uruguai será o palco para todos esses acontecimentos.

“Tão insólitos, lúridos e tétricos – estes adjetivos foram catados nos artigos alusivos aquele dia aziago, escrito pelo jornalista Lucas Faia para o seu diário A Verdade, porém, jamais publicada, por motivos que oportunamente serão revelados – tão fantásticos foram esses acontecimentos…” (p.02)

Na primeira parte da obra, intitulada Antares é feito uma retomada histórica acerca do lugarejo, de sua elevação a vila e da sua emancipação. Inicialmente conhecida como Povinho da caveira, Antares tinha como autoridade máxima Chico Vacariano, que viu seu posto ameaçado com a chegada do criador de gado Anacleto Campolargo.  Este, logo que chegou procurou disputar com Chico Vacariano o domínio daquelas terras. Surge, então, uma rivalidade entre os dois clãs: Vacarianos x Capolargos, com lutas e diversas mortes que duram várias décadas.

incidente-em-antares

De conotação política: o autor enfatiza no seu livro incidente em Antares, um panorama sócio-político brasileiro, através da mistura entre ficção e história. Sendo que, além dos outros políticos que aparecem no contexto, sobressai o papel de Getúlio Vargas na política nacional brasileira, assim como, a sua luta pelo nacionalismo, em meio às corrupções presentes no estado.

A segunda parte da narrativa, O Incidente, inicia-se com uma greve geral comandada por Geminiano Ramos que paralisa todas as atividades em Antares, exigindo aumento de salário. Contudo, nesse mesmo dia ocorre a morte de Quitéria Campolargo e mais seis pessoas.

“Agora, estendida no seu esquife D. Quitéria está de olhos abertos e parece contemplar um pedaço do firmamento da madruga.” (p.230)

Após os seus respectivos velórios, os defuntos foram levados ao cemitério, porém ao chegarem próximo de lá, os operários juntamente com os coveiros, que também aderiram à greve impediram o sepultamento dos sete defuntos. As pessoas são obrigadas a voltar pra casa e deixar os caixões insepultos sob a custódia dos grevistas. É aí então que acontece algo fantástico: os defuntos levantam de seus caixões e após se apresentarem, começam a arquitetar um plano para exigir que fossem sepultados dignamente. Se eles não fossem sepultados dentro do prazo máximo de vinte e quatro horas, ficariam apodrecendo no coreto da cidade.

Foi possível perceber que o autor, fazendo uso do contexto sócio-histórico-político da época, utilizou a volta dos mortos para denunciar as desigualdades sociais, as relações de poder e o silenciamento imposto durante a ditadura.

É um livro muito bom, espero que vocês gostem!

Siga o blog nas redes sociais!

Facebook  ❤  Twitter ❤ Google+ ❤ Instagram ❤ Pinterest

 

Anúncios

Um comentário em “Resenha – Incidente em Antares – Erico Veríssimo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s