Resenha – Sono – Haruki Murakami

A resenha de hoje é sobre um conto do autor japonês Haruki Murakami. É a primeira obra que leio desse autor e espero ler mais, pois a escrita dele é  bem envolvente.

SONO

Autor: Haruki Murakami
Ano: 2015
Tradução: Lica Hashimoto
Editora: Alfaguara
Compre: Amazon
Skoob: adicione

O conto Sono narra a história de uma mulher que tem uma vida bastante comum. Casada, mãe de um filho pequeno, cuida da casa enquanto seu marido que é dentista sai todos os dias para trabalhar. Porém, sua rotina muda após um pesadelo que ela tem com um velho todo vestido de preto que rega seus pés com um regador. A partir desse episódio ela passa a não sentir mais sono.

“Isso não é um sonho”, pensei. Eu já estava acordada. E o despertar não fora tranquilo, pois fui praticamente forçada a isso, num sobressalto. Mas eu não estava sonhando. Aquilo era a realidade.

No início ela fica bastante animada por não sentir necessidade de dormir e aproveita essas “horas extras” para ler. Era algo que ela gostava muito na adolescência e que havia deixado de lado após o casamento. À noite ela lia muito, principalmente livros volumosos como Anna Karenina.

Ao contrário do que acontecia com a personagem, seu marido e filho tinha o sono profundo e não percebiam o que estava acontecendo. Então ela saía à noite para refletir sobre o que estava acontecendo e com isso passou a se questionar sobre o seu casamento, sua relação com o filho, a morte, suas escolhas e sua própria vida.

A história é narrada em 1ª pessoa e traz um final surpreendente. O autor deixa algumas questões para o próprio leitor buscar as respostas. É um texto que desperta muita reflexão. 

Sobre o autor:

haruki murakamiHaruki Murakami (村上春樹 Murakami Haruki, nascido em 12 de Janeiro de 1949), em Quioto, Japão, é um popular escritor e tradutor. Frequentou a Universidade de Waseda, em Tóquio, dedicando-se sobretudo aos estudos teatrais. Antes de terminar o curso, abriu um bar de jazz chamado Peter Cat, à frente do qual se manteve entre 1974 e 1982.

Em 1986, partiu para a Europa e depois para os EUA, onde acabaria por se fixar.

Escreveu o seu primeiro romance – Hear the Wind Swing – em 1979, livro ainda não traduzido para português, mas seria em 1987, com Norwegian Wood, que o seu nome se tornaria famoso no Japão. Escritor particularmente influenciado pela cultura ocidental, Murakami traduziu para o japonês obras de F. Scott Fitzgerald, Truman Capote, John Irving e Raymond Carver.

Fonte

Anúncios

4 comentários sobre “Resenha – Sono – Haruki Murakami

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.