Resenha – A Escrava Isaura – Bernardo Guimarães

O romance A Escrava Isaura de Bernardo Guimarães narra a história de uma jovem, filha de uma escrava com um português. Ela fica órfã, após o dono da fazenda onde nasceu mandar sua mãe aos trabalhos forçados e a chicotearem até a morte pelo fato da escrava tentar evitar as investidas dele.

 

ISBN-10: 8572329358
Ano: 2012
Páginas: 200
Idioma: português
Editora: Martin Claret
Skoob: adicione
Comprar: Amazon

Sinopse: Narrando o drama de uma escrava aparentemente branca, educada e bela, o autor pretendeu mostrar ao público da época, 1875, os abomináveis e hediondos crimes da escravidão e o aviltamento da pessoa humana pela distinção de classe.

Isaura foi criada como uma filha pela senhora da fazenda, teve uma boa educação e se tornou uma moça refinada. No entanto, apesar de todos esses cuidados e promessa de liberdade, ela nunca teve a sua carta de alforria e após a morte repentina de sua senhora Isaura fica a mercê do terrível Leôncio, único filho e herdeiro dos senhores da fazenda onde vivia.

Durante toda a vida Isaura não foi abonada por Miguel, seu pai. Ele sempre a visitava e os dois sentem um grande amor um pelo outro, e mesmo não dispondo de grandes recursos, ele passou muito tempo economizando para conseguir comprar a sua filha, porém, com a desculpa por está de luto pela morte do pai, Leôncio não aceita vendê-la.

Leôncio se casa com Malvina e durante algum tempo ela tem uma boa convivência com Isaura, mas quando Henrique, irmão de Malvina vai à fazenda e se encanta com a beleza da jovem ele percebe todo o interesse de Leôncio pela escrava. Malvina, então descobre o que o marido anda fazendo e resolve voltar para a casa dos pais.

Isaura passa a ser assediada por Leôncio a todo momento, mas a moça sempre acha uma maneira de escapar das garras dele. Diante da recusa da moça, ele fica furioso e a manda para a senzala junto às outras escravas, assim, os maus-tratos só aumentam e quando Miguel vai visitá-la, encontra a pobre moça em total desespero, então ele foge com a filha para o Nordeste.

Passado alguns meses, eles estão em Recife vivendo um pouco reclusos e com outra identidade, até que surge o jovem Álvaro que se apaixona por Isaura e acaba convencendo-a a ir à uma festa da alta sociedade. Lá, alguém acaba descobrindo o segredo dela e começam a persegui-la até que o próprio Leôncio vai buscá-la.

Por vingança e também pela pressão de Malvina que tinha voltado para casa, Leôncio arquiteta um plano: faz Isaura acreditar que Álvaro se casou e avisa a Miguel, que está preso por roubar a filha, que irá casar a escrava com o jardineiro Belchior e ao mesmo tempo dar-lhe a carta de alforria.

Belchior é um homem totalmente desprovido de beleza e que sempre foi apaixonado por Isaura. Mas quando a pobre escrava descobre o que a espera, fica totalmente chocada. Mas o que todos desconhecem é que Álvaro passou todo o tempo tentando encontrar uma forma de livrar Isaura daquele homem que a possuía e descobre que Leôncio está totalmente endividado. Álvaro entra em contato com os credores e acaba se tornando o principal credor de toda a dívida de Leôncio.

A Escrava Isaura é uma obra de apelo abolicionista, publicada em 1875 e que aborda de forma detalhada a sociedade escravagista da época, seus costumes e o sistema político vigente naquele período. As personagens são bem estereotipadas: a protagonista, bela, nobre, corajosa e o antagonista, um vilão totalmente desprovido de qualidades.

Bernardo Guimarães se tornou um importante autor da nossa Literatura e sua obra A Escrava Isaura já teve várias adaptações. Na TV, a primeira ocorreu em 1976 na Rede Globo e foi protagonizada pela atriz Lucélia Santos que ficou mundialmente famosa através da novela que foi exibida em diversos países. A segunda, ocorreu em 2004 e a protagonista da vez foi a linda Bianca Rinaldi e na época elevou a audiência da Rede Record. Além disso, o livro também já foi adaptado para HQ. 

Siga o blog nas redes sociais!

Facebook  ❤  Twitter ❤ Google+ ❤ Instagram ❤ Pinterest

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.