Resenha- A Terra dos Meninos Pelados – Graciliano Ramos

A Terra dos Meninos Pelados

Título: A Terra dos Meninos Pelados
Autor: Graciliano Ramos
Editora: Record
Ano: 2002
ISBN-10: 8501054542

Comprar: Amazon

A Terra dos Meninos Pelados conta a história de Raimundo, um menino diferente, que tem a cabeça pelada, um olho preto e outro azul e vive em uma situação de exclusão por parte dos garotos da vizinhança. Apresentando uma personalidade tranquila, ele simplesmente se entristece, fica apenas falando sozinho e desenhando na calçada coisas do reino de Tatipirun.

Certo dia, enquanto brincava com areia molhada, Raimundo ouviu os gritos dos garotos que vieram perturbá-lo. Ele levantou-se, entrou em casa, atravessou o quintal, subiu o morro e aí começou a ver as coisas estranhas da terra de Tatipirun e ficou surpreso ao ver que Tatipirun ficava perto da sua casa.

Ele, então, descobre que naquele lugar as coisas e as pessoas são diferentes das quais ele estava acostumado a ver. Os automóveis tem olhos no lugar dos faróis, uma laranjeira que conversa e não tem espinhos, além de insetos e animais bem diferentes.

“Raimundo deixou a serra de Taquaritu e chegou à beira do rio das Sete Cabeças, onde se reuniam os meninos pelados, bem uns quinhentos, alvos e escuros, grandes e pequenos, muito diferentes uns dos outros. Mas todos eram absolutamente calvos, tinham um olho preto e outro azul.”

Nessa convivência com o grupo, ele faz amizade com Talima, Sira, Sardento, Anão, Fringo, Pirenco e Caralâmpia. E percebe que pela primeira vez se sente aceito e em uma comunidade, visto que, antes era absolutamente sozinho e sem amigos. Aos poucos Raimundo vai se ficando à vontade ao ver que os habitantes daquele lugar possuem características parecidas com as suas.

O garoto percebe que em Tatipirun as pessoas são aceitas do jeito que são e assim conseguem viver em harmonia. No entanto, ele ainda está preocupado com a sua lição de geografia e em voltar para Cambacará, nome fictício com o qual ele mesmo batiza o lugar de onde veio. Logo, se despede dos amigos pedindo para que todos se lembrem dele e que cada um mantenha suas características próprias, pois, mesmo sendo diferentes todos se respeitam e cada qual tem o seu valor.

Conheça também: Histórias de Alexandre

Graciliano Ramos se utiliza da fantasia para falar sobre o tema do preconceito e o respeito ao diferente. Assim, ele cria um mundo de criaturas diferentes e um vocabulário repleto de neologismo para compor esse universo imaginário vivenciado pelo personagem. Nessa terra fantástica é visível o espírito de coletividade, de harmonia e da boa convivência com os seus semelhantes, respeitando as suas diferenças e opiniões, o que nos leva a repensar a nossa realidade, bem como a respeitar a individualidade dos demais.

Siga o blog nas redes sociais!

Facebook  ❤  Twitter  ❤ Google+ ❤ Instagram  ❤ Pinterest  ❤  Filmow

Anúncios

9 comentários sobre “Resenha- A Terra dos Meninos Pelados – Graciliano Ramos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.