Resenha – Em Busca do Legado de Cassemira

Escrito por Bartira Matos, Em Busca do legado de Cassemira nos apresenta à história de Cassemira de Matos. Uma mulher que ao se casar com um dos irmãos Matos passa a influenciar e participar estrategicamente da guerrilha na Chapada Diamantina, no início do século XX.
Resenha-Em busca do Legado de Cassemira- Atraidos-pela-leitura

ISBN: B07J2X9SHN
Autora: Bartira Matos
Páginas: 196
Ano: 2018
Skoob: adicione
Compre na Amazon

Horácio de Matos recebeu do tio Clementino a missão de liderar a família Matos. Naquela época a extração de diamantes na Região da Chapada Diamantina era bastante produtiva e o clã dos Matos eram detentores de alguns garimpos, fato este, que gerou a cobiça de muitos, e por conta disso, os Matos estavam sempre em constantes lutas para protegerem seus interesses.

Para ajudar o sobrinho a defender a família, Cassemira decide organizar em sua casa, na Fazenda Carrapicho, uma espécie de quartel general, estocando armas e munições, caso houvesse alguma emergência. Além disso, ela lidera mais de trinta jagunços que estão prontos a obedecer às suas ordens. Naquele local são realizadas as reuniões com todos da família para desenvolverem as estratégias para os combates.

No seu cotidiano, Cassemira é uma mulher que trabalha na agricultura, é esposa e mãe dedicada. No entanto, ultimamente, na maior parte do tempo, ela vem desempenhando seu papel de guerrilheira, devido aos muito combates que a família vem enfrentando. Diante disso, ela sente-se discriminada, até mesmo pelas pessoas da sua região.

“É compreensível que numa sociedade na qual impera o desejo do politicamente correto e de restrição de atitudes audaciosas partidas do sexo feminino, a atitude de Cassemira seja questionada e combatida.”

Com o passar do tempo, Cassemira e seu marido Zezé vêem seus filhos Eliezer, Isalino e Ana Rita já crescidos. Ana Rita se casa com o primo Isidoro e vai morar a um quilômetro da fazenda da mãe.

Durante um tempo, a Chapada passa por um período de tranquilidade que é interrompido quando Vitor, irmão de Horácio é assassinado. Cassemira instiga o sobrinho Horácio a ir atrás dos assassinos, no entanto, Horácio deseja um sertão sem armas e sem violência e aguarda para que a Justiça faça a parte dela.

Após esperar seis meses, ele descobre que foi enganado e que a Justiça não estava interessada em punir os assassino de Vítor. Assim, ele decide ouvir a tia Cassi e invadir o povoado de Campestre onde os jagunços estão escondidos.

Bartira Matos baseou-se em uma história real, para nos revelar as diferente facetas dessa mulher incrível que foi Cassemira de Matos. 

“Ela é a conjuntura entre dois pontos extremos: Heroína, justa e caridosa no conceito de uns; feiticeira, perigosa e criminosa, no de outros. Mas nessas duas percepções, reconhece-se sua liderança, poder e instinto de proteção.” 

Nessa mistura entre realidade e ficção, a autora narra um dos mais importantes momentos históricos do nosso país que foi a expulsão da Coluna Prestes pelo Batalhão Patriótico Lavras Diamantinas, chefiado pelo Coronel Horácio de Matos.

Em Busca do Legado de Cassemira possui uma trama bem envolvente, com narrações de vários combates no meio da Chapada Diamantina, região muito conhecida da Bahia. A autora optou por contar os fatos no presente levando o leitor a uma visualização das cenas em tempo real.

O romance é narrado em terceira pessoa, a linguagem utilizada é bem simples, coloquial, no entanto, mesmo sendo uma história sobre o sertão nordestino a autora preferiu utilizar a linguagem característica do local em apenas algumas falas da protagonista, o que achei bem positivo, pois alguns leitores poderiam ter um pouco de dificuldade em compreender o linguajar local.

Bartira Matos relata a vida dessa mulher forte e guerreira sob um ponto de vista que coloca a figura feminina em primeiro plano, assim, Cassemira deixa de ser coadjuvante e passa a ser protagonista nessa história. Em um mundo, majoritariamente dominado por homens, Cassemira de Matos se destaca e deixa seu legado.

Com um misto de religiosidade e misticismo, ela foi uma guerreira que lutou pela justiça e pela proteção dos mais fracos.

“Eu luto sim, luto pela minha dignidade e dos meus, luto pela minha segurança, pela justiça, pela vingança e para liquidar aquele que atravessar o meu caminho e impedir que eu goze de justiça e igualdade, pois sou valente e com atitudes eu grito as dores do meu coração.”

Este livro me trouxe bastante conhecimento acerca de fatos da história do Brasil e, principalmente da Bahia, que eu jamais vi em livros didáticos. São fatos importantes que ocorreram em uma região bem próxima a mim e eu desconhecia por completo.

“Temos o dever de proteger nossos familiares, punir os desgovernos e contar a todos sobre os feitos heroicos dos nossos antepassados. Isso é dignidade, respeito. O mundo é cruel, é bárbaro e nós refletimos nele tudo aquilo que recebemos.”

Fiquei muito feliz de ter encontrado e lido este livro. Com certeza já posso incluí-lo na lista de livros sobre o sertão nordestino que você precisa conhecer. Fiquei encantada por essa história. 

Siga o blog nas redes sociais!

Facebook  ❤  Twitter ❤ Google+ ❤ Instagram ❤ Pinterest

Anúncios

8 comentários sobre “Resenha – Em Busca do Legado de Cassemira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.