O que é Literatura de Cordel

No dia 1º de agosto é comemorado o Dia do poeta de Literatura de Cordel e hoje eu venho falar um pouco sobre esse gênero literário que é bem popular no Nordeste brasileiro. 

poesia de cordel
Foto: reprodução

A Literatura de Cordel teve início no século XII, com os trovadores medievais que declamavam histórias para o povo. Tendo em vista que a maioria das pessoas eram analfabetas, essa era uma forma de transmitir conhecimento e divertir a população.

Durante o período da Renascença, com o surgimento da impressão, tornou-se possível a distribuição dessas histórias em formato de textos. 

No Brasil, a prática da literatura de cordel se iniciou no século XVIII, com a chegada dos colonizadores portugueses e se popularizou principalmente no Nordeste do nosso país.

O que é a poesia de cordel

A poesia de cordel é uma história contada em versos, com estrofes e rimas. É impressa em papel comum e suas ilustrações são feitas por um processo denominado xilogravuras, um trabalho artesanal feito com um objeto que se assemelha a um carimbo. 

Os cordéis receberam esse nome em referência à maneira como eram expostos para venda. Eles eram pendurados em barbantes ou cordas e expostos em feiras livres. 

Principais autores da Literatura de cordel

Leandro Gomes de Barros escreveu aproximadamente 240 obras e é considerado o primeiro escritor de literatura de cordel no Brasil. Foi reconhecido como um dos maiores poetas populares do século XIX. Nasceu no dia 19 de novembro e essa data foi escolhida para ser comemorado o Dia do Cordelista, como forma de homenageá-lo.

Algumas obras:

  • O cachorro dos mortos
  • O cavalo que defecava dinheiro
  • História de Juvenal e o Dragão
  • História do Boi Misterioso

Antonio Gonçalves da Silva, o Patativa do Assaré foi um dos principais nomes da poesia popular nordestina no século XX. Foi poeta de cordel, repentista, compositor, cantor e improvisador. 

Algumas obras:

  • Inspiração Nordestina: Cantos do Patativa (1956);
  • Cante Lá que Eu Canto Cá (1978);
  • Ispinho de Fulô (2005) (1988);

No ano de 1988, foi fundada no Rio de Janeiro, A Academia Brasileira de Literatura de Cordel, e possui um acervo com mais de treze mil títulos.

3 comentários em “O que é Literatura de Cordel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.