Resenha – Memórias da Infância em que Eu Morri – Hugo Pascottini Pernet

A primeira vez que vi um post deste livro no Instagram, eu já me interessei pelo título. Achei bem interessante e já fiquei curiosa para conhecer a história contida nele. E que história! A resenha de hoje é do livro Memórias da infância em que eu morri – entre realidade e invenção I. Este é o segundo livro que li para o Projeto Atraídos Por Nacionais

resenha Memorias da infancia em que eu morri

 

ISBN-10: 8558333432
Ano: 2018
Páginas: 172
Editora: Penalux
Skoob: adicione
Compre na Amazon

Hugo é um menino de nove anos que gosta de games, jogar futebol e ler Fernando Pessoa. Sim, um garotinho que adora ler poesias e é admirador dos heterônimos de Pessoa. Ele acaba de se mudar com a família para uma nova casa em um bairro mais afastado. A nova residência da família é bem ampla, com jardim e piscina. E é nesta piscina onde ocorre um acidente que irá mudar a vida do nosso protagonista.

Após o acidente, um carocinho é descoberto entre as costelas do garoto e por conta disso, seu pai passa a levá-lo constantemente ao hospital. Logo, ele deduz que está com uma doença muito grave, mas ninguém comenta sobre o que está acontecendo. Hugo já não pode ir à escola, jogar futebol com os amigos e já não tem a presença da mãe com quem passava horas lendo poesias. Agora, sua mãe passa o tempo todo deitada e não sai mais do quarto.  

Continuar lendo

Anúncios