3 livros de Machado de Assis para ler no feriado

Olá, leitores!

Feriado é sempre bom pra gente colocar as leituras em dia, não é mesmo?! Ainda mais pra quem é blogueiro literário e trabalha fora. Esse tempinho extra nos proporciona uma grande alegria em poder ler alguns livros que estão na nossa TBR ou mesmo aquele calhamaço que você tem guardado esperando aquela ocasião propícia para poder fazer aquela leitura com tranquilidade.

quincas-borba

Continuar lendo

Anúncios

Resenha – O Alienista – Machado de Assis

Oi gente, tudo bem com vocês? Hoje, eu trago a resenha do conto  O Alienista, de Machado de Assis. Li este conto há algum tempo e decidi reler agora para fazer este post. Outra versão igualmente bela é a adaptação para HQ. Recomendo!

O Alienista - Machado de Assis

 

ISBN-10: 8508040830
Ano: 1996
Páginas: 80
Idioma: português
Editora: Ática
Comprar: Amazon

Sinopse: As crônicas de Itaguaí, contam que viveu ali em tempos remotos um certo médico o Dr. Simão Bacamarte, filho da nobreza do lugar e o maior dos médicos do Brasil, Portugal e Espanha. Com o fim de estudar a loucura, ele trancafia no asilo que construíra e dera o nome de Casa Verde, um quinto da população da vila. Para ele o normal seria algo homogêneo repetido ao infinito, qualquer pessoa com um gesto ou pensamento que fugisse a rotina era objeto de seus estudos. A população aterrorizada se revolta, e aí outros tantos passam a morar no asilo. Mas, Simão Bacamarte tão atento às estatísticas, lembra que a norma está sempre com a maioria, e que é esta afinal quem tem razão. Refaz a teoria, solta os recolhidos e sai ao encalço daqueles poucos que, possuíam coerência moral. Em pouco tempo ele cura a todos, ninguém mais possuía nobres sentimos morais. Só um.

Continuar lendo

O que eu li em maio, junho e julho de 2017

Olá pessoal!

Hoje eu vou compartilhar com vocês as leituras que fiz nos últimos três meses. Algumas eu já resenhei aqui no blog, outras não. Foram leituras de vários gêneros: teve conto, romance, livros nacionais e obras clássicas. Apresentando dessa forma até parece que foram muitos não é mesmo?! Mas o que importa é qualidade e não quantidade e eu amei todas as leituras que fiz e indico a todos. Confiram as resenhas e vejam o que achei sobre eles.

Bela
BELA - ket strapazzon“Era uma vez…
Bela é uma jovem cheia de responsabilidades, sempre pronta para ajudar os outros nem que tenha que deixar seus próprios sonhos de lado para isso.
Quando o pai, que ela ama acima de tudo, se envolve em uma dívida, ela se oferece para pagar em troca da segurança dele. Em Rose Hill, a mansão coberta de hera e cheia de segredos em que Bela vai trabalhar, fantasmas do passado ecoam entre móveis antigos e livros empoeirados. E é em Rose Hill que ela vai descobrir que as paredes abrigam muito mais do que sussurros e ruídos inexplicáveis… Existe uma Fera à espreita, acompanhando todos os seus passos.” + Resenha de Bela 

Compre: Amazon

Continuar lendo

Resenha – Pai Contra Mãe – Machado de Assis

Olá leitores! A resenha de hoje é do conto Pai Contra Mãe de Machado de Assis. Tive conhecimento deste conto ainda na faculdade, mas, recentemente fiz a releitura dele. É uma narrativa que descreve um período muito triste da história do nosso país que foi a escravidão.

ISBN-10: 8525408921| Ano: 2001| Páginas: 30 | Editora: Artes e Ofícios | Compre: Amazon

Pai Contra Mãe foi publicado pela primeira vez no ano de 1906, poucos anos após a abolição da escravatura no Brasil e faz parte do livro Relíquias da Casa Velha.

O conto, narrado em terceira pessoa, traz a história de Cândido Neves, um homem que por não conseguir se fixar em nenhum emprego, torna-se um caçador de escravos fugitivos, uma atividade comum para a época. 

Continuar lendo

Quotes: Quincas Borba

Olá queridos leitores! Hoje eu trouxe algumas citações de um livro que estou relendo, o Quincas Borba de Machado de Assis. Eu gosto muito das obras de Machado e sempre estou procurando ler algum livro dele. Espero que gostem e quem ainda não conhece, procure conhecer, pois trata-se de uma obra muito importante da Literatura Brasileira.

quinca-borba-machado-de-assis

Continuar lendo

Resenha – O Enfermeiro – Machado de Assis

Olá, caros leitores!  Hoje eu trouxe a resenha de um conto de Machado de Assis. Espero que vocês apreciem essa maravilhosa obra da Literatura Brasileira.

machado-de-assisO conto narra a história de Procópio, um homem de quarenta e dois anos que trabalha como copista de estudos teológicos e recebe a proposta de um padre do interior para trabalhar como enfermeiro do Coronel Felisberto, um senhor idoso e muito rico. Ao chegar ao local ele conhece a fama do seu futuro paciente, todos afirmavam que era um homem exigente e insuportável e que nenhum enfermeiro conseguiu ficar lá por muito tempo. Mesmo diante desses relatos, Procópio seguiu para a casa do Coronel. Chegando lá, não foi mal recebido, o próprio chegou a declarar ao padre que ele era o mais simpático dos enfermeiros que já tivera. Porém, essa calmaria durou apenas sete dias.

A partir daí, tudo se transformou: começaram as injúrias, os xingamentos, as humilhações. Por várias vezes ele ameaçou ir embora, chegou até a pedir demissão, entretanto Felisberto lhe pediu desculpas que não levasse em conta rabugice de velho. Ele, então, decidiu ficar.

Com o passar do tempo o estado de saúde do velho piora. A convivência com o Coronel se tornava cada dia mais insuportável, não sabendo ao certo se pelas doenças que o acometiam ou se pela maldade mesmo.

“Na noite de vinte e quatro de agosto, o coronel teve um acesso de raiva, atropelou-me, disse-me muito nome cru, ameaçou-me de um tiro, e acabou atirando-me um prato de mingau, que achou frio, o prato foi cair na parede onde se fez em pedaços.” Continuar lendo

Resenha – Memórias Póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis

Olá caros leitores! Hoje eu trouxe pra vocês a resenha desta magnífica obra de Machado de Assis. Eu já li esse livro inúmeras vezes e não me canso. Espero que vocês apreciem a resenha que eu fiz com muito carinho.

resenha-memorias-postumas-de-bras-cubas

ISBN: 8598559-04-0 | Editora: Sol90 | Páginas: 209 | Ano: 2004 |Skoob: adicione

Onde comprar: Amazon

Sinopse: É após a morte que Brás Cubas decide narrar suas memórias. Nesta condição, nada pode suavizar seu ponto de vista irônico e mordaz sobre uma sociedade em que as instituições se baseiam na hipocrisia. O casamento, o adultério, os comportamentos individuais e sociais não escapam à sua visão aguda e implacável, nesta obra fundamental de Machado de Assis.

Machado de Assis escreveu Memórias Póstumas de Brás Cubas em 1880 e é com essa obra que inicia o Realismo no Brasil. É uma historia que surpreende desse o título “Memórias Póstumas” o que sugere que foi escrito por alguém que já morreu. Além disso, a dedicatória é em forma de um epitáfio (frase escrita em túmulo) buscando, assim, atrair a atenção do leitor.Trata-se de um romance diferente de todos os outros, pois este é narrado por um defunto, Brás Cubas, membro da elite carioca do século XIX, herdeiro de terras e escravos.

Na infância Brás foi uma criança muito mimada por todos da família, principalmente por seu pai. Ao chegar à vida adulta se envolve com Marcela uma cortesã e por causa desse relacionamento ele quase leva sua família a falência. Diante desse ocorrido seu pai o obriga a ir para Lisboa estudar e se tornar um bacharel em Direito.

Continuar lendo